Cristiano Zanin é indicado para o STF e vai para a sabatina

77
Cristiano Zanin é indicado para o STF e vai para a sabatina
D.R.

Ainda não há uma data definida para a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça

O presidente Lula confirmou a indicação do advogado Cristiano Zanin para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal.

Foi uma indicação que não surpreendeu ninguém, mas mesmo assim repercutiu. Agora, Zanin precisa passar por uma sabatina e ser aprovado pelo plenário do Senado para assumir a cadeira deixada pela aposentadoria de Ricardo Lewandowski.

Zanin era a preferência de Lula desde que o presidente assumiu o mandato.

Cristiano Zanin tem 47 anos e nasceu em Piracicaba, interior de São Paulo. Ele atuou na defesa de Lula nos processos da Operação Lava Jato.

Formou-se em Direito pela PUC, da capital paulista. Ele deverá ocupar a vaga deixada pelo ministro Ricardo Lewandowski, que se aposentou em abril.

A aprovação do nome de Zanin cabe ao Senado, e ainda não há uma data definida para a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça da casa. No entanto, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que a indicação terá andamento rápido.

Já conversei com o presidente Davi Alcolumbre, que dará andamento à mensagem na Comissão de Constituição e Justiça. Faremos a sabatina e submeteremos ao plenário do Senado Federal a partir de decisão da CCJ.

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado

Zanin é a primeira de duas escolhas para a Suprema Corte que Lula deverá fazer ao longo do mandato. Por ter feito a defesa do presidente na Lava Jato, caso seja aprovado pelo Senado para a vaga, ele ficará impedido de votar em processos ligados à operação.

Dentro do tribunal, os ministros receberam bem a indicação. O antecessor de Zanin, Ricardo Lewandowski, afirmou que ele preenche todos os requisitos constitucionais para integrar o Supremo. O vice-presidente do STF, ministro Luís Roberto Barroso, avalia o advogado como ético e competente. O ministro Gilmar Mendes, que está há mais tempo no tribunal, elogiou a escolha.

O ‘Jornal da Record’ é um programa diário, imparcial e sem máscaras. Os principais acontecimentos do dia são apresentados ao telespectador com todos os fatos, e os temas da atualidade são aprofundados em grandes reportagens e peças exclusivas, marcadas pela qualidade do jornalismo da RECORD. Correspondentes espalhados por todo o mundo apresentam os eventos que mobilizam a sociedade, levando ao público a informação com todos os detalhes.

Segunda a sábado, 00:15 (Lisboa/Londres)